(Wix-Logo) Create a site!
100s of templates
No coding needed
Start now >>

No Getsêmani, Pedro corta a orelha de um soldado romano 

No Getsêmani, Pedro corta a orelha de um soldado romano

Assim que Jesus foi preso pelos soldados, Pedro tomou sua espada e cortou a orelha de um deles (João 18:10-11).

João 18:10-11
“10Então, Simão Pedro, que tinha espada, desembainhou-a e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita. E o nome do servo era Malco. 11Mas Jesus disse a Pedro: Mete a tua espada na bainha; não beberei eu o cálice que o Pai me deu?”


Responda mais uma pergunta: Quantos discípulos traíram Jesus? A resposta está em Mateus 26:56: TODOS.

Mateus 26:56
“Mas tudo isto aconteceu para que se cumpram as escrituras dos profetas. Então, todos os discípulos, deixando-o, fugiram.”


Porém, Pedro, mesmo fugindo, ficou a uma distância que pudesse ver o que aconteceria (Mateus 26:58).

Mateus 26:58
“E Pedro o seguiu de longe, até ao pátio do sumo sacerdote e, entrando, assentou-se entre os criados, para ver o fim.”


A negação de Pedro

 

Após isso, Pedro negou Jesus 3 vezes e chorou amargamente quando lembrou do que o Mestre havia falado a ele (Mateus 26:69-75).

Mateus 26:69-75
“Ora, Pedro estava assentado fora, no pátio; e, aproximando-se dele uma criada, disse: Tu também estavas com Jesus, o galileu.
Mas ele negou diante de todos, dizendo: Não sei o que dizes.
E, saindo para o vestíbulo, outra criada o viu, e disse aos que ali estavam: Este também estava com Jesus, o Nazareno.
E ele negou outra vez com juramento: Não conheço tal homem.
E, daí a pouco, aproximando-se os que ali estavam, disseram a Pedro: Verdadeiramente também tu és deles, pois a tua fala te denuncia.
Então começou ele a praguejar e a jurar, dizendo: Não conheço esse homem. E imediatamente o galo cantou.
E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus, que lhe dissera: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente.”


O evangelho de Lucas acrescenta um detalhe importante da negação de Pedro, em que Jesus olha para Pedro após este negá-lo 3 vezes (Lucas 22:61-62).

Lucas 22:61-62
“61E, virando-se o Senhor, olhou para Pedro, e Pedro lembrou-se da palavra do Senhor, como lhe tinha dito: Antes que o galo cante hoje, me negarás três vezes. 62E, saindo Pedro para fora, chorou amargamente.”

 
Imagine Jesus olhando para você toda vez que você peca. Seu arrependimento é verdadeiro?

 

O choro de Pedro não foi um simples choro, mas foi um choro amargo, pois ele entendeu naquele momento que era um grande mentiroso. Ele havia prometido para Jesus que morreria por amor a Ele, porém negou-o e jurou que não O conhecia. O choro de Pedro não foi como o choro que você e eu choramos falsamente após pecarmos, foi um choro amargo.

 

Após a negação, muitas perguntas podem ter vindo à mente de Pedro. Ele seria perdoado por Jesus? Ele ainda teria o trono reservado aos discípulos na Glória?

 

Pedro também traiu Jesus, porém responda mais uma pergunta:
Qual a diferença entre a traição de Judas Iscariotes e a traição de Pedro?

 

A diferença é que Pedro não perdeu o TEMOR AO SENHOR. Após negar a Jesus, o que mais importava para Pedro era saber se o Seu Senhor o perdoaria, porque, se Jesus não o perdoasse, não valeria mais a pena viver.

 

Na igreja moderna, muitos cristãos perderam esse TEMOR AO SENHOR, o temor que gera arrependimento e renúncia. Muitos cristãos pecam porque sabem que Jesus irá perdoar, porém passou da hora de você resgatar esse temor ao Senhor na sua vida. Outros cristãos obedecem ao Senhor por medo, mas isso não tem nada a ver com temor. Ter temor ao Senhor não é ter medo Dele, mas sim amá-lo e obedecer a Sua Palavra.

 

Imagine como Pedro se comportou nos três dias que antecederam a ressurreição de Jesus. Talvez algum discípulo deva ter chegado para ele na hora do almoço e falado: "vamos comer, Pedro?", e ele deve ter respondido: "Estou sem fome". Pode ter acontecido também de algum discípulo ter chegado a ele para conversar, mas ele preferiu ficar em silêncio. Por quê? Porque o que mais importava para ele era saber se Jesus o perdoaria, e ele não conseguia pensar em outra coisa.


 

Quando você peca, o que mais importa para você é saber se Jesus irá lhe perdoar ou você peca por que sabe que Ele lhe perdoará?
 

 

Certamente, se Judas Iscariotes houvesse se arrependido, ele seria perdoado por Jesus, porém ele decidiu tirar a sua própria vida.

 

A ressurreição de Jesus

 

Após a ressurreição de Jesus, Maria Madalena, Salomé e Maria, mãe de Tiago, foram ao sepulcro de manhã cedo. Vendo que a pedra do sepulcro tinha sido removida, espantaram-se. Apareceu-lhes um anjo dizendo para avisarem aos discípulos e a Pedro que o Senhor Jesus havia ressuscitado (Marcos 16:5-8).

Marcos 16:5-8
“ v5- E, entrando no sepulcro, viram um jovem assentado à direita, vestido de uma roupa comprida e branca; e ficaram espantadas. 6Porém ele disse-lhes: Não vos assusteis; buscais a Jesus, o Nazareno, que foi crucificado; já ressuscitou, não está aqui; eis aqui o lugar onde o puseram. 7Mas ide, dizei a seus discípulos e a Pedro que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse. 8E, saindo elas apressadamente, fugiram do sepulcro, porque estavam possuídas de temor e assombro; e nada diziam a ninguém, porque temiam.”


Após Pedro ouvir das mulheres que Jesus havia ressuscitado, ele correu até o sepulcro e viu apenas os lenços. Saindo dali, refletia sobre o acontecimento (Lucas 24:10-12).

Lucas 24:12
“Pedro, porém, levantando-se, correu ao sepulcro e, abaixando-se, viu só os lenços ali postos; e retirou-se, admirando consigo aquele caso.”

 
Você já se desentendeu com alguém? Você já ficou alguns dias sem falar com uma pessoa por estar chateado com ela ou achar que ela está chateada com você? Se sim, você sabe que ficou uma situação estranha quando vocês se encontraram após o desentendimento, parecia que eram estranhas uma a outra.

 

Portanto, imagine como Pedro se sentiu quando viu Jesus pela primeira vez após Sua ressurreição. Na primeira aparição, Jesus não falou sobre a negação de Pedro em nenhum momento. Pedro deve ter ficado ainda mais duvidoso por Jesus não ter tocado no assunto. Talvez ele tenha olhado para Jesus e dado um sorriso sem graça, ou talvez tenha falado "tudo bem, Mestre?" ou "que bom vê-lo novamente, Senhor". Após esse primeiro encontro, Pedro deve ter ficado ainda mais ansioso em saber se Jesus o perdoaria.
 
Somente na terceira aparição a alguns discípulos após a ressurreição é que aconteceu o encontro que Pedro esperava ter com Jesus. Após uma pesca maravilhosa e um jantar do qual participaram mais alguns discípulos, Jesus chamou Pedro para conversar, e esse foi o encontro que mudou para sempre a vida desse discípulo.

 

João 21:15-17
“15E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros. 16Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas. 17Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.”

 

Jesus fez 3 perguntas a Pedro que fizeram-no refletir sobre qual o amor que ele sentia pelo Mestre. No grego, existem 3 palavras que representam diferentes tipos de amor: eros, ágape e phileo. O amor "eros" está relacionado à atração de um homem por uma mulher e de uma mulher por um homem; o amor "phileo" refere-se a um amor fraternal (entre irmãos); e o amor "ágape" refere-se a um amor incondicional, o amor que está escrito em 1 Coríntios 13: o amor que tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta.

 

Nas três perguntas que Jesus fez a Pedro, foram usados diferentes verbos no texto original do Novo Testamento escrito em grego. Jesus fez a primeira pergunta referindo-se ao amor "ágape", mas Pedro respondeu que o amava com um amor "phileo". Observe que Jesus perguntou a Pedro se O amava incondicionalmente e o discípulo respondeu que amava apenas com um amor fraternal. Na segunda pergunta, aconteceu o mesmo. Então, Jesus resolveu falar na mesma linguagem de Pedro e fez a terceira pergunta referindo-se a um amor "phileo" e recebe de Pedro a resposta de que O amava com um amor "phileo", ou seja, um amor fraternal.

 

As três perguntas de Jesus a Pedro fizeram com que o discípulo refletisse profundamente sobre qual amor tinha pelo Seu Mestre, aquele pelo qual jurou que morreria se fosse necessário.
 
Esse encontro mudou a vida de Pedro para sempre, pois, a partir dessa confrontação, ele decidiu amar Jesus verdadeiramente com o mesmo amor que Ele nos amou, um amor incondicional capaz de dar a sua própria vida por nós.

 

A partir desse momento, Pedro nunca mais deixou de amar o Senhor Jesus verdadeiramente. Prova disso são suas atitudes relatadas no livro de Atos dos Apóstolos.
Fruto da Mudança Completa Voltar
(Wix Logo)
This site was created using
Create your own for FREE >>